camara dep

Parlamentares aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) estão se movimento para que seja aberta uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) na Câmara dos Deputados e em outros cinco estados: São Paulo, Goiás, Pará, Ceará e Bahia. De acordo com a coluna de Guilherme Amado, no site Metrópoles, na Câmara, os deputados já conseguiram as 171 assinaturas necessárias para a abertura da CPI. Agora, a decisão sobre a abertura da comissão depende apenas da aprovação do presidente da Casa, Arthur Lira (PP). Ainda segundo a publicação, ainda não se sabe se Lira irá ou não instalar. Além disso, ainda não há uma clareza se o Palácio do Planalto vai ou não atuar para impedir a criação da comissão. Na Bahia, os deputados da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) atingiram as 21 assinaturas necessárias para a instalação da CPI para investigar o MST. Entre os parlamentares que assinaram o requerimento, de autoria do bolsonarista Leandro de Jesus (PL), está o presidente Adolfo Menezes (PSD), aliado do governo estadual. BNews