Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na segunda-feira (19), a investidores americanos que o próximo passo da agenda econômica do governo brasileiro será a aprovação da reforma administrativa. Em um evento, ele estimou que o país vai economizar R$ 300 bilhões, em 10 anos, com as mudanças propostas para as regras do funcionalismo público. “Em paralelo, também trabalhamos no projeto de reforma tributária, que promoverá a unificação de impostos e resultará em um sistema de arrecadação mais simples, justo e racional, atendendo uma antiga demanda da população brasileira e dos investidores internacionais”, pontuou, sobre as mudanças prometidas para a cobrança de impostos. De acordo com o site Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, Bolsonaro fez questão de citar o nome do presidente Donald Trump ao mencionar o que chamou de “bom momento” da relação entre Brasil e Estados Unidos. O chefe de Estado brasileiro relembrou as quatro visitas que fez aos EUA durante o mandato, ressaltando que se encontrou com Trump em todas elas.