Foto; Presidência da República

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) usou as redes sociais neste domingo (18) para dizer que está inelegível sem motivos e argumentou que há um plano do PT para tirá-lo da cena política brasileira desde 2015. Na postagem, Bolsonaro ainda tenta associar esse plano petista ao atentado que sofreu antes das eleições presidenciais de 2018. A declaração foi dada a uma semana do ato convocado por ele para a Avenida Paulista, em São Paulo (SP), no próximo dia 25.

“Não é de hoje que o PT deseja eliminar (da política) Jair Bolsonaro. A campanha começou, no mínimo, em 2015, como se vê em seu Caderno de Teses. […] Eles previram 2018?… Em setembro daquele ano Bolsonaro não morreu, em Juiz de Fora, por milagre. O assassino, um ex filiado do PSOL”, escreveu o ex-presidente no

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tornou Bolsonaro inelegível em junho de 2023 após condená-lo por ataques ao sistema eleitoral brasileiro durante uma reunião com embaixadores em julho de 2022. A Corte eleitoral acatou a tese de que houve abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação pelo ex-presidente. Bahia.Ba