O presidente Jair Bolsonaro, candidato do PL à reeleição, afirmou nesta sexta (23) que se for reeleito terá direito a indicar dois novos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em 2023 e que posição contrária ao aborto será critério para a escolha dos nomes.

O presidente desembarcou na manhã desta sexta-feira (23) em Divinópolis, na região Centro-Oeste de Minas Gerais. Ele deu a declaração durante comício na Praça do Santuário, no Centro da cidade.

“E não se esqueçam, quem se eleger presidente este ano, indica dois [ministros] para ocupar o Supremo Tribunal Federal o ano que vem. Podem ter certeza, em eu sendo reeleito, esses dois que irão para lá jamais serão favoráveis ao aborto também”, afirmou Bolsonaro.

As informações são do portal G1.