Foto: Alfredo Filho/ Secom.

Seja para curtir o Carnaval ou para descansar, a busca por pacotes de viagens no período tem aumentado no Brasil em 2024. Dados da plataforma de viagens Decolar apontam que o interesse em conhecer o Brasil cresceu 114% em comparação com o ano passado. Destinos como Salvador (BA), Maceió (AL) e Rio de Janeiro (RJ) despontam como os favoritos, prometendo atrair um público animado em busca de experiências únicas durante o período momesco.

O levantamento traz também outras localidades como rotas mais procuradas para aproveitar a festa. As cidades da região Nordeste se destacam nas buscas: Porto Seguro (BA), Natal (RN), Fortaleza (CE), Porto de Galinhas (PE), Recife (PE), Maragogi (AL) e João Pessoa (PB) fecham o top 10 destinos para o tradicional festejo, que este ano acontece entre os dias 8 e 14 de fevereiro.

“O carnaval é uma das festas mais tradicionais de nosso país. Nessa época do ano o Brasil aumenta muito seu fluxo turístico interno e de visitantes estrangeiros. É um momento de festa e temos muito a comemorar. As festividades movimentam hotéis, bares, restaurantes, produtores locais, enfim, toda uma cadeia que se beneficia do nosso setor e aquece a economia brasileira”, destacou o ministro do Turismo, Celso Sabino.

O estudo também analisou a procura pelos destinos nacionais por clientes de outros países. Entre os preferidos pelos estrangeiros, aparecem as capitais: Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Salvador (BA).

“O crescimento da procura de estrangeiros por pacotes de viagem para passar o Carnaval de 2024 no Brasil foi de 81%, em relação à busca para o carnaval de 2023”, é o que conta a diretora de Produtos Não Aéreos da Decolar, Daniela Araujo.

Líder no ranking

Maceió aparece como destino mais desejado entre os brasileiros. Segundo a empresa Decolar, a capital alagoana é a cidade mais procurada para pacotes nacionais durante o Carnaval. O aumento no fluxo turístico chega a 350%, e a ocupação hoteleira próxima aos 100%. Até março são esperados cerca de 1,5 milhão de visitantes na cidade. Correio da Bahia