Dinaldo Silva/BNews

O deputado federal Otto Alencar Filho (PSD), afirmou na segunda-feira (23), que caso o projeto de incentivos fiscais à BYD retorne para a Câmara dos Deputados, ele votará de forma favorável. “É melhor ter algum benefício fiscal do que não ter benefício fiscal nenhum”, contou o parlamentar. Questionado sobre o motivo do seu voto inicial, Otto Filho explicou que queria provar que é um homem de convicção, já que é contrário ao limite até 2032 para os benefícios fiscais no nordeste. “Meu voto foi de protesto. Outros estados, São Paulo e o sul do país, tiveram muitos benefícios ao longo dos anos para chegar onde chegaram. E foi por isso que eu tive um voto de protesto contra o relator, que não quis deixar sem limites”, comentou o deputado. A fala de Otto está de acordo com a nota emitida pelo parlamentar após a votação que aconteceu no dia 7 de julho, onde o projeto recebeu 307 votos, faltando apenas o do deputado, que na ocasião, culpou o relator. “Trata-se de um grave erro do relator e a esperança é que o Senado corrija, refazendo o destaque e liberando assim, os benefícios fiscais sem prazo determinado, e assim permitindo, aos futuros governadores, terem esse legítimo direito”, dizia o comunicado. BNews