A relatoria do inquérito aberto pela Polícia Federal (PF) para apurar fake news relacionadas à tragédia climática que atinge o Rio Grande do Sul terá o comando da ministra do Supremo Tribunal Fedral (STF) Cármen Lúcia. O procedimento corre em sigilo.

Na última semana, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, pediu à corporação a abertura de investigações sobre a divulgação de conteúdos falsos a respeito das enchentes no Rio Grande do Sul.

O ministro tomou a medida após pedido da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom/PR). O governo federal tem reforçado que os conteúdos falsos divulgados por meio das redes sociais têm atrapalhado as operações de resgate.

A Secom chegou a enviar ao Ministério da Justiça uma relação de postagens que comprovam a existência de fake news. Os conteúdos falsos afirmam, por exemplo, que o governo federal não estaria ajudando a população.

Na última sexta-feira (10), o governo federal instalou uma sala de situação para discutir ações de combate à divulgação de informações falsas relacionadas às chuvas no Rio Grande do Sul. Bahia.Ba