Um casal morreu eletrocutado após fazer um serviço doméstico em uma parede de uma casa no domingo (3), na cidade de Araci, a cerca de 200 quilômetros de Salvador. As vítimas foram identificadas como Renovaldo Jesus de Souza, de 31 anos, e Betânia Santana de Souza, de 26.

Vizinhos das vítimas afirmam que o Renovaldo de Souza estava com um prego e martelo para fixar um varal na parede, mas acertou a fiação elétrica de uma casa vizinha. Ainda segundo as testemunhas, no momento que o homem foi atingido pela descarga, Betânia tentou puxá-lo pelo braço e também recebeu o choque elétrico.

O caso aconteceu por volta das 15h30, na casa em que o casal morava, na Rua Otávio Barreto de Andrade. Renovaldo e Betânia nasceram na zona rural do município, mas residiam e trabalhavam na sede. Renovaldo trabalhava com o irmão em uma oficina de motos. O casal deixa uma filha.

O irmão de Renovaldo informou para a polícia que encontrou as vítimas segurando um arame que estava preso na parede por um prego, ainda passando corrente elétrica. Ele usou um alicate para cortar o fio, na tentativa de salvar os familiares, mas os dois já estavam mortos.

A Secretaria de Educação de Araci usou as redes sociais para lamentar a morte do casal, já que eles eram pais de uma aluna da rede de ensino. “Neste momento de tristeza e dor, a Secretaria Municipal de Araci envia condolências a todos os familiares e amigos rogando a Deus que conforte seus corações neste momento de luto”, lamentou.

A Neoenergia Coelba informou que o caso foi provocado por uma ligação irregular de energia na parte interna da casa. A empresa afirmou ainda que profissionais da distribuidora foram encaminhados ao local e removeram a irregularidade. A Neoenergia Coelba reforçou ainda que as ligações clandestinas são ilegais, representam riscos para a população e podem prejudicar o fornecimento de energia da região.

Outros casos

Na quarta-feira (28), duas mortes por descarga elétrica foram confirmadas nos municípios de Caetité e Boa Nova, ambos no sudoeste do estado. Os casos não têm relação. O primeiro óbito registrado foi o de Tadeu Geraldo Alves, conhecido como Tadeu Pintor. Segundo informações da Polícia Civil, o homem estaria realizando um serviço de pintura na fachada de uma casa, em Boa Nova, quando sofreu o acidente.

Ele foi atingido pela descarga elétrica ao tocar com um bastão de metal na rede geral de alta tensão. Já a segunda vítima foi identificada como Jacó Rodrigues de Lima, de 61 anos. O corpo do idoso ficou preso a um fio de alta tensão em um riacho na fazenda Bebedouro Baraúna, na zona rural de Caetité. G1