agencia brasil

Em todo o Brasil, 2,5 milhões de crianças de 2 e 3 anos de idade estão fora da creche, segundo um levantamento de pesquisadores da Fundação Getúlio Vargas. Enquanto isso, mais de 1,2 mil obras de creches e pré-escolas estão paradas no país. Os dados mostram que, no ano passado, apenas 30% das crianças de até 3 anos estavam matriculadas em creches. O número – segundo os pesquisadores da FGV é baixo – mas é o melhor da série histórica, iniciada em 2010, quando menos de 13% das crianças dessa faixa etária estavam matriculadas. “O plano nacional estipulava que os municípios e os estados deveriam ter 50% das crianças de 0 a 3 anos, na escola. Atualmente, parte dos estados e municípios estão longe dessas metas estabelecidas, em particular os estados das regiões Norte e Nordeste”, ressalta a economista do Ibre/FGV, Janaína Feijó. Ao mesmo tempo, o país tem mais de 1,2 mil obras – de creches e de pré-escolas paradas – como uma em Teresina. A construção do centro municipal de ensino infantil começou há oito anos, mas nunca acabou. G1