Crédito: Divulgação

O chef de cozinha espanhol David Peregrina Capó, de 53 anos, e sua esposa, a brasileira Érica da Silva Santos, de 38 anos, foram encontrados mortos, na tarde de sexta-feira (24), no restaurante Ilha dos Ribeirinhos, em Porto Seguro, no Sul da Bahia.

O estabelecimento fica na região da Ilha do Pau do Macaco, às margens do Rio Buranhém, e possui um píer e deck que dá acesso exclusivo para embarcações. Ainda não informações de como os criminosos chegaram ao local. Também não foi divulgado se algum pertence do casal ou dinheiro foi levado.

Segundo o Radar News, os corpos foram localizados em cômodos diferentes. David estava na cozinha, enquanto Érica foi localizada na área externa do restaurante. Testemunhas teriam ouvido disparos de arma de fogo e gritos de socorro.

O duplo homicídio será investigado pela 1ª Delegacia Territorial (DT) de Porto Seguro. Segundo a Polícia Civil, os corpos apresentavam marcas de tiros. A unidade policial expediu as guias para remoção e perícia, além de ouvir testemunhas e buscas investigativas para identificar as circunstâncias, autoria e motivação do crime.

Em notas, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Seguro (CDL) e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) lamentaram as mortes.

“É com profundo pesar que a CDL de Porto Seguro expressa suas condolências pela irreparável perda dos queridos amigos David e Érica, do restaurante OS RIBEIRINHOS. Nossos corações estão entristecidos, e nossos pensamentos estão com suas famílias neste momento difícil. Que encontrem conforto na memória do legado deixado por esse casal incrível e que a justiça do papai do céu seja feita!”, diz o texto publicado no perfil da CDL.

“No silêncio de suas ausências, encontramos a força nas memórias que compartilhamos. A família Abrasel Costa do Descobrimento está em luto. Nossos sinceros sentimentos a todos os familiares”, diz a nota da Associação. Correio da Bahia