Foto: Jonas Santos / Flickr PT

Depois que Fabya Reis, secretária estadual de Promoção da Igualdade, e a infectologista Ceuci Nunes, ex-candidata a deputada federal pelo PT, pularam do barco de Geraldo Jr. (MDB), na chapa de quem passaram a ser cotadas para assumir a vice candidatura à Prefeitura de Salvador, o nome que começou a circular como uma alternativa para o posto é o da major Denice Santiago. Ela surgiu na política em 2020 numa articulação promovida pelo então governador Rui Costa (PT), que a lançou candidata à Prefeitura. Dois anos depois, concorreria a deputada federal sem conseguir se eleger. Denice atenderia à exigência de ser do PT, feita por articuladores do candidato a prefeito do MDB. Além disso, é militar, categoria que Geraldo Jr. não dispensa do seu convívio. Política Livre