Foto: Feijão Almeida/GOVBA

O comandante-geral da Polícia Militar da Bahia, coronel Paulo Coutinho, esteve em Feira de Santana, nesta terça-feira, 09, e, durante a visita ao município foi questionado pela imprensa local sobre o caso dos cinco policiais afastados após a Operação Hybris deflagrada pela Polícia Federal, Ministério Público e SSP. “Como sempre a PM age. Lamentamos profundamente porque o nosso intuito não é que tenha ninguém com qualquer sinalização de cometimento de qualquer desvio. A gente vai aguardar, vamos ter muita prudência, apurar os fatos e aguardar o que a justiça vai decidir”, disse o comandante ao site Acorda Cidade. A operação investiga uma organização criminosa especializada na lavagem de dinheiro do jogo do bicho, agiotagem, extorsão e receptação qualificada em Feira de Santana e cidades circunvizinhas. Além do afastamento dos PMs – incluindo um tenente-coronel-, a esposa do deputado estadual – apontado como líder da organização – acabou presa. A Tarde