Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

No mês do Dia das Mães, o comércio da Bahia pode registrar aumento de 7%, segundo projeções da Fecomércio-Ba e da CNC – Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Os Supermercados devem ter o melhor desempenho, com alta estimada de 11%, o segmento é beneficiado de forma direta e indireta pela data.

As Lojas de Móveis e Decoração, ocupam a segunda posição na projeção como maior variação, com 8% de crescimento das vendas. Devido à redução da taxa de juros, esses tipos de produtos ficam relativamente mais acessíveis. Outra alta deve ser vista nas lojas de Eletrodomésticos e Eletrônicos, de 3%.

Os setores mais demandados para o Dia das Mães são as Lojas de Vestuário, Tecidos e Calçados, primeiros da lista quando são feitas pesquisas de intenção de compra para o período. Isso porque são produtos com preços acessíveis, de valor agregado mais baixo, sem a necessidade de crédito. Ainda segundo a Fecomércio-Ba, esse é um bom momento para o varejo baiano, que deve apresentar crescimento de 7% no 1º semestre.

Os consumidores estão com contas mais equilibradas, com mais segurança no emprego e com maior disponibilidade de crédito. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia, enfatiza que o aumento do faturamento não quer dizer, necessariamente, lucro. O Dia das Mães é uma grande oportunidade para os empresários conseguirem reduzir os seus estoques, fortalecer o fluxo de caixa e pensar nas estratégias para as próximas datas comemorativas para o setor, Dia dos Namorados, São João e Dia dos Pais. Metro1