EC Vitória

O Vitória fez o dever de casa na estreia da Série B do Brasileiro, na noite deste domingo, ao derrotar a Ponte Preta por 3 a 0, no Barradão. Na entrevista coletiva após o jogo, o técnico Léo Condé destacou o bom jogo do Rubro-Negro, que balançou as redes com Zeca, Osvaldo e Rodrigo Andrade.

– Realmente um grande jogo. Não só pelo que fizemos, mas também pelo adversário que enfrentamos, que valoriza muito nossa vitória. Uma grande partida. A gente sentiu e entendeu os momentos do jogo. Soube marcar alto e baixo, soube quando ter a posse e quando explorar os contra-ataques. Conseguimos, depois de um lançamento, fazer o primeiro gol. Depois o segundo, em jogada individual de Osvaldo. No segundo tempo estivemos um pouco abaixo, a Ponte Preta nos empurrou para nosso campo e entendi que precisava de jogadores de mais mobilidade. Thiago e Welder ajudaram e equilibramos o jogo. A Ponte Preta teve chances, mas também tivemos e fizemos o terceiro gol. Poderíamos fazer o quarto e o quinto. Resposta muito positiva – disse Condé.

Apesar da boa evolução da equipe nos 40 dias de preparação para a estreia na Série B, Condé põe os pés no chão e ressalta que a intensidade precisa ser a mesma nos duelos que estão por vir.

“Sem dúvida. Mas tem margem para a equipe crescer e evoluir. Apenas o início de trabalho depois da reformulação que foi feita. A entrega tem que ser como foi hoje sempre”.
Agora, o Vitória terá uma semana de preparação para disputar seu segundo jogo na Série B do Brasileiro. No próximo domingo, o Rubro-Negro vai visitar o ABC, às 18h (de Brasília), no Frasqueirão. O treinador terá tempo de sobra para buscar mais evolução no jogo da equipe.

– Tem margem para essa equipe evoluir. Vão ter ajustes para serem feitos. Muito mérito do adversário que tem um bom conjunto, muito bem treinado pelo Hélio dos Anjos. Uma equipe que liderou o A2 do Paulista, foi campeã. Por mais que a gente tivesse esse período de treinamento, foram doze contratações. Não vai estalar o dedo e sair tudo certinho. Espero que a gente possa, no decorrer da competição, sair bem equilibrada. Globoesporte