Divulgação/Josué Damacena IO

Ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni confirmou, à Rádio Gaúcha, nesta segunda-feira (3), que o governo brasileiro vai trazer de volta de Wuhan, na China, epicentro da epidemia do novo coronavírus, os cerca de 40 brasileiros que querem voltar ao país. Segundo o ministro, a operação de retirada do país deve começar na terça-feira (4). Ele ainda acrescentou que vários aspectos estão sendo analisados, inclusive, a escolha de um local no Brasil para que eles fiquem em isolamento, a fim de não colocar a população do País em risco. Dentre os locais que estão sendo estudados, estão Florianópolis, Anápolis e localidades no Nordeste, mas nada ainda definido. “Vamos trazer os brasileiros da China, mas não podemos colocar toda a população brasileira sob risco”, ressaltou. Como o Brasil não dispõe de um lei de quarentena, o ministro disse que o governo vai enviar ao Congresso Nacional uma Medida Provisória (MP) estabelecendo as regras para os procedimentos de isolamento e medidas a serem adotadas quando surgirem tais epidemias.