Um homem procurado por roubo, associação criminosa, corrupção de menores, extorsão mediante sequestro e homicídios morreu, após uma troca de tiros com a Polícia Militar. O caso aconteceu no município de Sapeaçu, Recôncavo da Bahia, na terça-feira (2).

Genildo Amparo do Nascimento, mais conhecido como ‘Gene’, era identificado como o “Dama de Espadas” do Baralho do Crime, ferramenta criada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) para auxiliar na captura dos foragidos mais perigosos do estado.

As “cartas” trazem informações como nome, apelido, área de atuação e foto dos suspeitos, a fim de facilitar o registro de denúncias anônimas. Gene era considerado um dos alvos prioritários da pasta.

Investigações indicavam que ele liderava um grupo criminoso com atuação no estado. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele foi localizado em um imóvel na zona rural do município. Ainda conforme a SSP, durante a tentativa de prisão, o homem atirou contra policiais militares, houve revide, e confronto armado.

Gene foi atingido por disparos, recebeu socorro médico, mas não resistiu aos ferimentos, informou a Secretaria de Segurança Pública. Um fuzil 556, uma pistola 9 mm de fabricação turca, 59 munições, além de cocaína, maconha e um carro com restrição de roubo foram apreendidos.

A ação fez parte da “Operação Galope”, deflagrada pelo Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic). A operação ainda contou com apoio da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core) e do Comando de Operações de Inteligência da Polícia Militar. G1