Ronie Lobato

Uma das principais apoiadoras da candidatura do ex-juiz Sergio Moro ao Palácio do Planalto, a deputada federal Dayane Pimentel (UB) reagiu à desistência do então presidenciável ao pleito. Em uma rede social, a parlamentar baiana deu a entender que só há duas opções para a eleição presidencial: apoiar Moro ou anular o voto.

“Nunca fui pessoa frouxa, não será agora. Sou cabra-mulher sim, Senhor! Desde sempre aqui, com a militância! Eu não vou deixar que boicotem Sergio Moro. Você não vai deixar!!! Nós não deixaremos!!! A militância vai vir com tudo pq já entendeu a situação. Agora é #MoroOuNulo”, escreveu a deputada, que ficaria responsável pela coordenação da campanha do ex-juiz na Bahia.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, confirmou na tarde desta quinta-feira (31) que vai desistir da candidatura à presidência da República. Moro se filiou ao União Brasil, após ser festejado no Podemos no último mês de novembro, primeiro partido ao qual, formalmente, o ex-juiz integrou com filiado.

“O Brasil precisa de uma alternativa que livre o país dos extremos, da instabilidade e da radicalização. Por isso, aceitei o convite do presidente nacional do União Brasil, Luciano Bivar, para me filiar ao partido e, assim, facilitar as negociações das forças políticas de centro democrático em busca de uma candidatura presidencial única”, publicou Moro, em suas redes sociais.

A Comissão Instituidora do União Brasil emitiu uma nota em que indica que a chegada do ex-juiz inclui a desistência dele na corrida pelo Palácio do Planalto. “Não há hipótese de concordarmos com sua pré-candidatura presidencial pelo partido”, aponta o documento encabeçado pelo secretário-geral da sigla, ACM Neto.

A presidência nacional do Podemos também publicou uma nota nesta quinta-feira (31) declarando que a sigla ficou sabendo da saída do ex-ministro Sergio Moro pela imprensa. Na nota, a presidente do partido, deputada Renata Abreu disse que Moro saiu “sem sequer uma comunicação interna do ex-presidenciável”. Bahia Notícias