Foto: Feijão Almeida/GOVBA

A Delegada-Geral Heloísa Brito destacou o investimento feito pelo governo do estado na melhoria das condições de trabalaho da Polícia Civil, além do investimento em aumento de efetivo e tecnologia para o combate ao crime.

Heloísa lembra que, principalmente no interior, a maior parte das delegacias tem entre 30 e 40 anos. “O programa de requalificação das estruturas físicas, além de inédito é extremamente importante, porque a gente tinha estruturas, principalmente no interior do estado, que datavam da década de 80”, diz a delegada.

Com 74 unidades entregues e mais 70 em construção, Heloísa ressalta que as novas delegacias oferecem mais dignidade e respeito tanto para os policiais civis quanto para as pessoas que buscam as unidades policiais para o registro de ocorrências e destaca ainda outros investimentos.

“O governador já autorizou 500 novas viaturas, já homologamos a licitação, devem estar chegando entre 130, 160 dias, além disso fizemos concurso para 710 policiais civis, outros 255 estão em exame médico, entram em agosto”, disse a Delegada-Geral, que já solicitou outro concurso para reposição pessoal.

Inteligência

Heloísa Brito também falou sobre o investimento em inteligência, Segundo ela, nos últimos 4 anos esse foi um ponto prioritário, com destaque para a descentralização da interceptação de dados telefônicos e telemáticos, além da aquisição de ‘softwares’ de inteligência, incluindo oo investimento de R$ 12 milhões no programa Cellebrite, usado na interceptação de dados. A Tarde