camara dep

O deputado federal Pastor Sargento Isidório (Avante-BA), voltou a criticar a “constituição” das relações homoafetivas. Durante seu discurso na reunião da Comissão de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família da Câmara dos Deputados marcada para votar o projeto de lei (PL) que proíbe o casamento entre pessoas do mesmo sexo, o parlamentar afirmou que ‘união homoafetiva não é coisa do Brasil, que veio Grécia’. Em seu discurso, o deputado ainda ressaltou que apesar dos direitos constitucionais da relação homoafetiva existente no Brasil, “Deus criou homem e mulher e abençoou” o relacionamento neste formato. Isidório também aponta que esta “mudança de comportamentos e paradigmas”, é fruto da cultura greco-romana. Bahia.Ba