A Bahia foi o estado que mais foi contemplado pela Caixa Econômica Federal com financiamentos de imóveis vinculados ao programa Minha Casa, Minha Vida. Com mais de 50 mil unidades que o segundo colocado, a Bahia teve 210.627 financiamentos, desde 2009. A iniciativa financiou 5,48 milhões de imóveis com recursos do FGTS pela Caixa por todo o país. O maior número registrado foi em 2016, segundo ano do segundo mandato de Dilma Rousseff (PT), quando 458,1 mil contratos foram assinados, de acordo com a Fiquem Sabendo, agência de dados especializada no acesso a informações públicas.

As informações enviadas constam de abril de 2009 a fevereiro de 2023, permitindo realizar uma estimativa do número total de contratos pelo programa, variando em três modalidades voltadas especificamente para famílias com renda bruta mais baixa – agora de até R$ 2.640, anteriormente, R$ 1.800 -, a chamada Faixa 1. A Caixa não indicou o tipo de imóveis financiados ao longo de 14 anos nas diferentes modalidades da ação governamental, somente detalha essas três modalidades da Faixa 1.

Ao todo, 26% dos contratos foram assinados em São Paulo, seguido por Minas Gerais, com 12% dos financiamentos com recursos do FGTS pela Caixa. Ainda no Nordeste a segunda colocação ficou com Pernambuco com 167.032 unidades, Paraíba com 133.439 unidades, Ceará com 128.368 financiamentos e Rio Grande do Norte com 113.201. Além deles surgem Alagoas com 91.639, Maranhão com 90.257 financiamentos, Sergipe com 73.778 e Piauí com 58.414.  (BN)