CRÉDITO: GOVERNO FEDERAL

O governo federal passou a permitir o parcelamento de dívidas renegociadas pelo programa Desenrola Brasil para devedores com conta gov.br nível bronze. Anteriormente, somente contas com certificação digital ouro ou prata podiam parcelar as dívidas.

O impedimento ao parcelamento de contas bronze era um dos entraves para que parte dos beneficiários pudesse prosseguir com as renegociações. No lançamento da plataforma, em outubro, apenas 42% dos CPFs registrados para o programa já tinham acesso ouro ou prata.

Segundo o Ministério da Fazenda, o ticket médio das negociações é de R$ 251 nos pagamentos à vista e de R$ 961 nos parcelados. Ou seja, o potencial de destravar crédito também é maior com a possibilidade de parcelar. Ainda de acordo com o balanço, os juros médios para refinanciamento da dívida são de 1,81%, e a média de parcelas é de 12 vezes.

Além da abertura para contas bronze, o governo também anunciou novas regras, que autorizam que a plataforma do Desenrola seja acessada a partir de sites e aplicativos de financeiras e bancos, para facilitar a navegação.

“Ao entrar nos canais parceiros, o usuário já logado poderá ser redirecionado para a plataforma do Desenrola, onde conseguirá ver as dívidas e fazer os pagamentos com descontos”, diz o comunicado do Ministério da Fazenda. “Esse acesso ao site a partir de outros canais deverá estar disponível após concluída a integração entre plataforma e parceiros.”

Segundo o balanço do governo federal, cerca de 11,5 milhões de brasileiros foram beneficiados pelo Desenrola, com mais de R$ 34 bilhões em dívidas negociadas. Os descontos médios são de 83% e estão disponíveis até dia 31 de março.

Como fazer o cadastro no gov.br

A conta gov.br é uma identificação que comprova em meios digitais a identidade do cidadão. Com ela, é possível se identificar com segurança na hora de acessar serviços digitais oferecidos pelo governo, como a CNH Digital, a Declaração de Imposto de Renda e serviços do SUS, do Portal e-Social e Enem, por exemplo. A conta é gratuita e está disponível para todos os brasileiros. O cadastro é feito diretamente no portal do governo federal. Veja o passo a passo:

  1. Acesse o site do governo;
  2. Selecione a opção “entrar com gov.br”
  3. Digite seu CPF e clique em “continuar”;
  4. Leia, aceite os termos e clique em “Continuar”;
  5. Aponte um dos bancos para criar a conta ou clique em “Tentar de outra forma”, caso você não possua conta em banco ou não queira utilizá-la;
  6. Preencha o formulário com seus dados, que podem ser validados na Receita Federal ou no INSS. O cadastro também pode ser realizado em uma Agência do INSS ou nos postos do Senatran. Esse formulário, no entanto, só permite o nível Bronze (veja abaixo como aumentar o nível da conta gov.br);
  7. A plataforma vai enviar um código, que pode ser recebido via e-mail ou celular. Digite-o no local indicado;
  8. Crie uma senha que atenda os critérios exigidos;
  9. Com isso, já é possível fazer o login com a conta gov.br em outros serviços. G1