Agência Brasil

O Banco Central do Brasil (BC) divulgou nesta segunda-feira (7) que aproximadamente R$ 7,2 bilhões ainda podem ser resgatados no Sistema de Valores a Receber (SVR). Os dados são do mês de junho.

O sistema é um serviço do Banco Central no qual é possível consultar se pessoas físicas, inclusive falecidas, e empresas têm algum ‘dinheiro esquecido’ em banco, consórcio ou outra instituição.

Segundo o BC, do total que ainda está no sistema:

  • R$ 5,8 bilhões estão disponíveis para quase 37,1 milhões de CPFs; e
  • R$ 1,4 bilhão para 2,8 milhões de CNPJs.

Ainda de acordo com a instituição, cerca de 63,1% dos resgastes devem ser de até R$ 10. Veja abaixo:

  • Entre R$ 0 e R$ 10 – 63,07%
  • Entre R$ 10,01 e R$ 100 – 24,99%
  • Entre R$ 100,01 e R$ 1.000 – 10,18%
  • Acima de R$ 1.000,01 – 1,77%

Número de beneficiários por faixa de valor a receber:

  • entre R$ 0 e R$ 10: 28.655.390 beneficiários
  • entre R$ 10,01 e R$ 100: 11.352.859 beneficiários
  • entre R$ 100,01 e R$ 1.000: 4.623.573 beneficiários
  • acima de R$ 1.000,01: 802.614 beneficiários

Vale reforçar que, segundo a autarquia, o beneficiário com valores a receber em mais de uma faixa é contado mais de uma vez.

Até a última atualização disponível no BC, aproximadamente R$ 4,4 bilhões já foram devolvidos até o momento. G1