A insistência do presidente Jair Bolsonaro em radicalizar os discursos antivacina tem preocupado os militares. De acordo com informações da coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo, dois generais da reserva que integram o governo avaliam que o comportamento negacionista a respeito dos imunizantes tem causado desgaste político e eleitoral do mandatário, podendo facilitar a recondução do ex-presidente Lula e do PT ao poder. Ainda segundo a publicação, os militares acreditam que Bolsonaro precisa se convencer da necessidade de moderar as críticas a respeito das vacinas para evitar o derretimento eleitoral.