Foto: Raul Spinassé | Ag. A TARDE

O arcebispo metropolitano de São Salvador da Bahia e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, em entrevista ao programa “Isso é Bahia”, na rádio A Tarde 103,9 FM, com Fernando Duarte e Jefferson Beltrão, na manhã desta quinta-feira (3), admitiu que Salvador não teve tempo de se preparar para a canonização de Irmã Dulce. “Diria que não. Foi tudo tão rápido. Houve um boom. O santuário está sendo restaurado, a parte do local, da capela das relíquias. Mas muita coisa vai ter que ser feita. O movimento vai crescer surpreendentemente”, disse. “Não imaginava que seria tão forte. Ela é uma santa brasileira. Não é uma santa baiana, é brasileira”, contou Dom Murilo Krieger.