Divulgação/Coelba

O uso da eletricidade está intrínseco ao nosso dia a dia, sem que notemos a sua presença. Porém, para que os benefícios oferecidos sejam seguros, é necessário que as pessoas estejam atentas para evitar acidentes como o que aconteceu em Andorinha, norte da Bahia, na última quarta-feira, 3. Na ocasião, uma jovem de 29 anos recebeu uma descarga elétrica enquanto tentava pegar uma toalha em um varal improvisado, feito com arame, que estava energizado por um fio desencapado do ar-condicionado.

Fios desencapados, aterramento inadequado, eletrodomésticos ligados em uma mesma tomada, e a falta de manutenção das instalações são apenas alguns dos exemplos de más condutas, que podem se transformar em tragédias.

Em casos de ocorrências com energia elétrica dentro de casa, providencie socorro ligando para o Corpo de Bombeiros (193) ou para o Samu (192) e desligue o disjuntor elétrico ou a chave geral. É importante lembrar que não se deve tocar na vítima ou no fio elétrico sem saber se estão desligados.

Para combater acidentes domésticos ligados à energia elétrica, a Neoenergia Coelba preparou cuidados que devem ser tomados pelos baianos. Confira a lista abaixo.

Tomadas

– Ao ligar um eletrodoméstico na tomada, segure no plug (parte rígida isolante) e nunca no fio;

– Jamais faça improvisos como desencapar os fios e conectá-los diretamente na tomada. Sempre que ligar um eletrodoméstico, não se desligue da segurança;

– Utilize tomadas conforme o novo padrão brasileiro e as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), elas apresentam uma cavidade que evita choques elétricos;

– Para as tomadas mais baixas que ficam ao alcance das crianças, utilize o protetor de tomada que pode ser encontrado em lojas de materiais de construção;

– Não utilize benjamins (“T”) nos equipamentos que ficam ligados constantemente na tomada. Essa medida evita superaquecimento e curtos-circuitos, que podem danificar a instalação elétrica da sua casa; (retirado da parte de ar-condicionado).

Calçadas e jardins

– Não faça construções em proximidade da rede elétrica;

– Não corte o gramado em dias chuvosos.

Chuveiro elétrico

– Nunca troque a temperatura do chuveiro elétrico com o aparelho ligado ou quando estiver molhado. Se houver vazamento de corrente elétrica, o risco de levar um choque é grande e pode ser fatal;

– Instale o fio-terra corretamente, de acordo com a orientação do fabricante;

– A fiação deve ser adequada, bem instalada e com boas conexões. Fios derretidos, pequenos choques e cheiro de queimado indicam problemas que precisam ser corrigidos de imediato;

– Nunca diminua o tamanho de resistências, nem reaproveite resistências queimadas.

Celular

– Não utilize o celular enquanto o aparelho estiver carregando;

– Utilize, apenas, carregador e cabos originais. As diferentes configurações de voltagem e amperagem entre modelos podem oscilar em equipamentos de marca similar;

– Retire o carregador do celular e demais equipamentos eletrônicos da tomada quando não estiver carregando.

Cercas elétricas

– Ao instalar este dispositivo de segurança domiciliar, sempre contrate uma empresa especializada e de boa reputação para realização da atividade.

Ar-condicionado

– Utilize o ar-condicionado em uma tomada exclusiva para o equipamento (nunca conecte outros aparelhos na mesma tomada);

– Caso perceba parte do fio do equipamento desencapado ou com isolamento inadequado, chame um técnico. O isolamento dos cabos possui como finalidade confinar campos elétricos, permitindo um sólido aterramento de cabos, que os tornam mais seguros, reduz risco de choques, curtos-circuitos e princípio de incêndio.

Manutenção

A cada dois anos é fundamental que o cliente faça a inspeção preventiva na residência. É necessário contratar um profissional qualificado e certificado para realização do serviço. Vale ressaltar que ao comprar os materiais necessários para reposição como fiação, tomadas, disjuntores, certifique-se de que esses produtos estão com o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Produtos sem esse certificado podem oferecer riscos de choques, curtos-circuitos e alterações no consumo elétrico da casa.

Alerta para ambientes molhados

Algumas atitudes precisam ser seguidas em ambientes molhados ou no uso de eletrodomésticos. Entre as orientações, não utilize a geladeira com os pés descalços e não mantenha contato com qualquer tipo de eletrodoméstico quando o corpo estiver molhado. Na residência, é necessário observar se existem fios expostos ou descascados, mas isso merece atenção especial em instalações elétricas de casas de praia ou de campo, já que se costuma circular mais livremente pelas áreas. Com isso, é importante garantir que exista um DR (Disjuntor Diferencial Residual) instalado e funcionando. Em locais com quadros de energia e subestações internas, só os responsáveis pela manutenção das instalações elétricas dos prédios e condomínios podem ter acesso a essas áreas. A Tarde