Foto: Rafaela Araújo/ Ag. A Tarde

O presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares, comentou na quarta-feira (13), que o possível apoio do ex-ministro da Cidadania e presidente do PL na Bahia, João Roma, ao prefeito Bruno Reis (União Brasil) em 2024 já era esperado devido ao alinhamento político de Roma e do gestor da capital baiana, inclusive no voto em Jair Bolsonaro nas eleições de 2022. Em coletiva nesta quarta, Bruno confirmou que vai “conversar com o João Roma” para ter o apoio do PL.

“É o time de Bolsonaro reunido. Vejo como natural esse movimento entre Bruno e Roma já que ambos apoiaram e votaram em Bolsonaro, da mesma forma que o esforço nosso do PT, da Federação e aliados é reunir todo mundo que apoiou e votou em Lula. Vai ficando mais nítida a disputa e quem é quem no tabuleiro”, afirmou o presidente do PT Bahia sobre a aproximação de Bruno e do ex-ministro.

Principal nome do bolsonarismo na Bahia, João Roma declarou que pode “sentar na mesa e ver algo em conjunto” com Bruno Reis em declaração à imprensa baiana. Também à imprensa, perguntado se votou em Lula ou em Bolsonaro no segundo turno das eleições do ano passado, o prefeito Bruno Reis afirmou que não votou no PT. “Então fica claro que eles caminharam junto com Bolsonaro contra Lula”, ressaltou Éden Valadares. Bahia.Ba