O agora ex-deputado estadual Paulo Rangel tomou posse na sexta-feira (8) como novo conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Eleito pela Assembleia Legislativa na última terça-feira (5), ele substituiu o jornalista e escritor Fernando Vita, que se aposentou da Corte em dezembro de 2023. O ex-parlamentar foi nomeado ao cargo de conselheiro pelo governador Jerônimo Rodrigues (PT) na quinta-feira (7). Ele se desfiliou do PT e renunciou ao mandato de deputado. Com isso, a suplente Neusa Cadore (PT), que já ocupa a cadeira na Assembleia no lugar do deputado licenciado Osni Cardoso (PT), atual secretário estadual de Desenvolvimento Rural, é efetivada, enquanto Marcelino Galo (PT) retorna ao Legislativo. Paulo Rangel foi eleito para o TCM com os votos de 36 deputados estaduais. Ele derrotou o ex-deputado Marcelo Nilo (Republicanos), que recebeu 22 votos. Como conselheiro, cargo que é vitalício, o ex-deputado terá direito a salário de quase R$ 42 mil e outros benefícios, a exemplo de carro com motorista e contratação de assessores. Política Livre