agencia brasil

Em busca de votos no Senado para aprovar sua indicação ao Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro da Justiça, Flávio Dino, ainda não procurou o líder do PL, partido de Jair Bolsonaro e principal sigla de oposição ao governo Lula na Casa. A informação é da coluna de Igor Gadelha, do portal Metrópoles. De acordo com interlocutores do PL no Senado, Carlos Portinho (RJ), a equipe de Dino ainda não tinha feito qualquer contato com o senador. Procurado, Portinho mostrou disposição em receber Dino. Apesar disso, assim como a maior parte da bancada do PL, o senador promete votar contra a indicação do ministro da Justiça ao Supremo. Auxiliares de Dino dizem que ele já procurou pelo menos 66 dos 81 senadores, restando, portanto, conversar com apenas 15 parlamentares. Parte desses parlamentares, como é o caso do senador Magno Malta (PL-ES), não topa se reunir com Dino. Outros, como é o caso da ex-ministra do governo Bolsonaro, Damares Alves (Republicanos-DF), topa uma reunião. Bahia.Ba