Foto: Marcos Correa

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta quarta-feira (16) que o combate à pandemia do coronavírus só foi possível no Brasil porque o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem um governo contra a corrupção. A declaração foi dada durante visita a Salvador.

“Bolsonaro é o presidente que enfrentou a maior emergência sanitária que o Brasil e o mundo já viram. E, hoje, nós temos um cenário decrescente de casos, decrescente de óbitos, com uma melhora de 30% nos últimos 15 dias. Para que isso ocorresse, nosso SUS foi fortalecido. Foram acrescidos R$ 100 bilhões no orçamento do Ministério da Saúde em 2020 e 2021. Isso é possível porque o governo Bolsonaro é contra a corrupção. Não há nenhum ministro, nem um auxiliar direto do presidente envolvido em práticas de corrupção e a Santa Dulce certamente aprovaria esse tipo de conduta”, comentou.

A referência à Santa Dulce dos Pobres foi feita porque a equipe do presidente esteve nesta quarta na inauguração da ala de tomografia computadorizada e ressonância magnética das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid). O ministro celebrou os novos equipamentos.

“Essa obra é fundamental, porque permitirá diagnósticos precisos, através de equipamentos de imagem sofisticados. O Ministério da Saúde investiu cerca de R$ 9 milhões para que tivéssemos tomografia computadorizada e ressonância aqui na Osid, o que com certeza vai ajudar a população de Salvador e da Bahia a ter uma saúde mais eficiente.” BNews