O governador da Bahia Jerônimo Rodrigues (PT) cumpre agenda pela primeira vez na China e visitou, no sábado (1°), duas empresas de Pequim, capital do país. Segundo o governo, as companhias estão interessadas em formalizar parcerias nos ramos de telemedicina, gestão de aeroportos e hospitais. Jerônimo esteve na Aviation Industry Corporation (AVIC), do ramo de portos e aeroportos, e na Beijing Aerospace Chanfeng, especializada em pesquisa e inovação em tecnologia de cidades inteligentes.

O conglomerado empresarial AVIC, que também atua na área da defesa, está entre as 140 maiores empresas do mundo, com 500 mil funcionários e faturamento anual de US$ 79 bilhões. O governo se comprometeu a enviar estudos de oportunidades de investimentos na Bahia, e deverá receber, em breve, representantes da Chanfeng na Bahia. Durante as visitas, foram apresentados equipamentos e soluções que auxiliam na gestão de transporte e mobilidade, segurança e saneamento, além da construção civil. Também foram abordadas pautas tecnológicas nas áreas de saúde e educação.

“Ainda nesse universo de tecnologia e cidades inteligentes, iremos estudar a possibilidade de levar o conceito da China, que passa pela comunicação, acessibilidade e oferta de serviços, para bairros e áreas menores, na Bahia”, disse Jerônimo. Também em Pequim, o governador se reuniu com representantes da China Information and Communication Technologies Group Corporation – CICT, maior produtor de chips e redes 5G do país. Como a empresa possui tecnologia ligada à automação de indústria e transporte, Jerônimo pretende aproveitar a vinda dos representes da CICT para o Brasil, em maio, e se encontrar com eles, a fim de iniciar as negociações para instalação de um laboratório de produção na Bahia.

Jerônimo Rodrigues e o embaixador do Brasil na China, Marcos Galvão, se encontraram no sábado para discutir as próximas agendas do governador no país oriental. No domingo (2), a comitiva baiana viaja para a cidade de Jihan. A comitiva é composta pelos secretários de Desenvolvimento Econômico (SDE), Angelo Almeida; e de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), André Joazeiro; além do superintendente de Atração de Investimentos e Fomento ao Desenvolvimento, da SDE, Paulo Guimarães. A previsão inicial é que o governador visite outras sete cidades chinesas, além da capital. Durante o período em que Jerônimo está na China, o vice-governador Geraldo Júnior comanda o estado. G1