Imagens do circuito interno de vigilância do Presídio de Segurança Máxima de Maceió, no Alagoas, flagraram um entregador de lanches levando comida para um detento. O registro, publicado pelo G1 AL, é das 19h dia 26 de outubro de 2017. Na chegada, um motoqueiro e um homem na garupa passam pela portaria do sistema prisional,

 

Eles se identificam e são liberados por agentes penitenciários. Na sequência, os dois homens acessam o presídio, com sacolas que carregam o que parece ser sanduíches e refrigerantes, e são recebidos por um detento. Um policial militar também aparece nas imagens, onde é visto conversando com o entregador e o preso.

 

O oficial recebe ainda um pacote, cujo conteúdo não é possível identificar. Por fim, o detento passa com as sacolas na frente de outros policiais, que assistem à TV naturalmente, antes de seguir pelo corredor que leva às celas. De acordo com a publicação, o coronel Klinger Mário, da Corregedoria da Polícia Militar do Estado, afirmou desconhecer o conteúdo do vídeo, mas relatou que uma investigação será aberta para investigar o caso.

 

Já o vice-presidente do Conselho de Segurança Pública de Alagoas (Conseg), Antônio Carlos Gouveia, avaliou que as imagens podem indicar um grande esquema de corrupção com o envolvimento de agentes penitenciários e policiais militares. Segundo Gouveia, o Conseg também abrirá uma investigação para identificar todos os envolvidos.