pc

Policiais militares encontraram nesta segunda-feira (28) nove pessoas mortas, 6 adultos e três crianças, em duas casas do município de Mata de São João, na região metropolitana de Salvador (BA). De acordo com a PM, duas mulheres foram achadas sem vida em um imóvel, enquanto as demais vítimas se encontravam numa segunda residência vizinha. Pelo menos seis corpos estavam carbonizados. Um jovem de 12 anos sobreviveu ao incidente e foi levado com queimaduras graves para o Hospital Geral do Estado, em Salvador.

Segundo fontes das forças de segurança consultadas pelo portal UOL, a principal suspeita inicial é de uma chacina possivelmente ligada a uma guerra territorial entre grupos criminosos. Um dos falecidos seria primo de um líder do tráfico local, que se encontra preso desde abril do ano passado. A PM esclareceu em nota que as circunstâncias específicas das mortes ainda estão sob investigação da Polícia Civil e que, até o momento, não há informações detalhadas sobre o caso.

O estado da Bahia enfrenta uma onda alarmante de violência. Entre os dias 28 de julho e 4 de agosto, mais de 30 pessoas foram mortas em diversas ações policiais no estado. De acordo com dados coletados pelo Instituto Fogo Cruzado, entre 1º de julho de 2022 e 30 de junho de 2023, foram registrados 1.545 tiroteios em Salvador e na sua região metropolitana, resultando em 1.097 óbitos e 325 feridos. A Bahia detém o maior número de mortes violentas no Brasil, um triste recorde mantido desde 2019, segundo informações do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Brasil247