Líder do DEM na Câmara dos Deputados, o baiano Elmar Nascimento afirmou, neste domingo (31), esperar que o conflito entre o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), e o chefe do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (PSL), tenha encerrado.

Maia e Bolsonaro trocaram farpas após o presidente da República falar que o democrata estava abalado por questões pessoais – seria referência aos quatro dias em que o ex-ministro Moreira Franco, padrasto da mulher de Maia, ficou preso. Em seguida, o mandatário da Câmara afirmou que Bolsonaro estava “brincando de presidente”.

“Espero que tenha acabado. Muita marola desnecessária. Acho que acabou”, declarou Elmar, em entrevista ao Bahia Notícias. “A prioridade agora é tocar a reforma da Previdência, que é absolutamente necessária para o futuro do país. Tocar isso e preparar outras que reformas que virão, como a tributária”, acrescentou.

Segundo o líder do DEM, a proposta do governo de mexer no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e na aposentadoria rural ficará de fora do texto final da reforma da Previdência. “Já caiu. Caiu quando fizemos aquela nota oficial que representava quase 300 deputados. Não tem chance nenhuma de passar [na Câmara]”, assegurou.

(Bahia Notícias Foto: Reprodução)