Um ex-vereador de Ilhéus, no sul da Bahia, teve um mandado de prisão cumprido pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO) de Ilhéus nesta segunda-feira (8). O homem é suspeito de estuprar uma menina de 13 anos em 2007 e foi condenado pela Justiça em 2016. Desde então, ele estava foragido.

Gilmar Chaves Sodré foi vereador de Ilhéus em 2012, pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN). De acordo com o partido, ele não é filiado desde 2016. Ele também já foi filiado ao Partido Progressita, mas não faz mais parte do quadro. A assessoria do partido não informou quando ele deixou de ser filiado.

Segundo o Ministério Público da Bahia, o crime aconteceu há 17 anos, em um motel da cidade. A garota foi levada até o local e, houve oferecimento de vantagens, e o estupro foi intermediado pela tia da vítima.

Em 2016, a Justiça condenou o suspeito a sete anos de prisão em regime inicialmente semiaberto. Ele foi absolvido em primeira instância, mas condenado na segunda. Após ter o mandado de prisão cumprido nesta segunda-feira, o ex-vereador foi conduzido para a Polícia Federal e, posteriormente, foi encaminhado ao presídio de Itabuna. G1