Uma jovem de 29 anos morreu após ser eletrocutada, quando tentava pegar uma toalha em uma varal improvisado, feito com arame, na casa onde morava, na quarta-feira (3), no município de Andorinha, no norte da Bahia. A vítima foi identificada como a fisioterapeuta Monalisa Nascimento. O incidente aconteceu quando um fio desencapado do ar condicionado entrou em contato com o varal improvisado, causando a descarga elétrica no corpo de Monalisa. A fisioterapeuta morreu no local. Ela trabalhava na Secretaria de Saúde do município. A prefeitura da cidade divulgou nota de pesar. “É com profundo pesar que informamos o falecimento de Monalisa Souza Nascimento, dedicada fisioterapeuta e servidora do nosso município”, diz a nota, que ainda se solidariza com familiares e amigos. Segundo informações da Polícia Militar, familiares da jovem disseram que ela usava o fio de arame que conduziu a descarga elétrica, ao entrar em contato com o fio do ar condicionado, como varal para estender roupas. G1