Foto: Reprodução/TV Bahia

Salvador e cidades da região metropolitana registraram quedas de árvores e deslizamentos de terra no domingo (7) e na madrugada desta segunda-feira (8), após serem atingidas por um forte temporal. A Defesa Civil da capital baiana (Codesal) emitiu um alerta máximo por causa do acumulado de chuvas acima de 150 milímetros nas últimas 72 horas.

Entre 0h e 7h desta segunda, Salvador registrou ao menos nove deslizamentos de terra, cinco deles na região do centro. Um deles atingiu parte do prédio da Superintendência de Trânsito do Salvador (Transalvador) , no Vale dos Barris. A Codesal foi acionada, esteve no local, fez vistoria e isolou a área. Informações preliminares apontam que ao menos dois veículos que estavam no local ficaram soterrados. Não há informações de feridos.

Em nota, a Transalvador informou que o deslizamento de terra aconteceu atrás do prédio e que bombeiros e técnicos da Codesal estiveram no local. As outras unidades da sede administrativa foram evacuadas após orientação dos engenheiros da Defesa Civil. Por causa do deslizamento, o atendimento presencial e o expediente no local foram suspenso na unidade até a finalização das avaliações dos engenheiros da Codesal, que serão realizadas durante o dia.

Na região da Politeama, um centro de vendas também foi invadido por um deslizamento, que deixou a estrutura do prédio com rachaduras. O imóvel será avaliado pela Codesal. Segundo apuração da TV Bahia, 17 famílias precisaram sair do prédio com pertences que conseguiam carregar em malas, deixando eletrodomésticos e outras coisas para trás. Outros deslizamentos de terras, também sem vítimas, foram registrados no bairro da Mata Escura, próximo do Complexo Penitenciário Lemos Brito, e na região de Valéria. Ninguém ficou ferido nessas ocorrências. G1