© Marcelo Camargo/Agência Brasil

Apesar da rivalidade entre Jair Bolsonaro (PL) e Lula (PT), a maioria dos eleitores do ex-presidente concorda com as críticas do atual chefe do Executivo ao Banco Central. Uma pesquisa Genial/Quaest divulgada na quarta-feira (10) aponta que 51% dos eleitores de Bolsonaro na eleição de 2022 endossam as críticas do petista à política de juros do BC de Roberto Campos Neto. Por outro lado, 36% discordam e 13% não souberam responder. Dentre os eleitores de Lula em 2022, o apoio é mais alto: 77% concordam com as críticas do presidente ao Banco Central, 16% não concordam e 8% não soube responder. Sem o recorte dos votos na última eleição presidencial, a pesquisa mostra que 66% dos brasileiros apoiam as críticas de Lula a Campos Neto. A pesquisa foi realizada entre os dias 5 e 8 de julho e ouviu presencialmente dois mil eleitores de 16 anos ou mais em todos os estados. A margem de erro é de 3,1 pontos percentuais.