Domingos Júnior / BNews

O vice-governador Geraldo Jr. (MDB) se mostrou confiante diante da pesquisa Real Time Big Data, encomendada pela Record, que apontou o prefeito Bruno Reis (União Brasil) na liderança pela cadeira do Palácio Thomé de Souza. O pré-candidato à prefeitura de Salvador chegou a citar o resultado das eleições estaduais em que Jerônimo Rodrigues (PT) saiu vitorioso contra o ex-prefeito ACM Neto.

“A pesquisa serve para que a gente continue, continue lutando. É uma motivação. A pesquisa é como um farol, como uma bússola. Ela está voltando para as cidades, mostrando que as pessoas querem mudança. Que as pessoas querem continuar sonhando. A pesquisa é o ensinamento do que diz o senador Jaques Wagner. Eles ficam com a fotografia. Nós ficamos com o filme. Nós vamos disputar a eleição. Nós vamos disputar Salvador. Isso está incomodando o prefeito. Tá deixando a soberba do seu líder, que é o ex-prefeito da cidade e ele tá perdendo o equilíbrio emocional”, disse Geraldo Jr. em entrevista ao BNews.

Bruno Reis (União) aparece com 50% das intenções de voto na pesquisa divulgada nesta segunda-feira (8). Geraldo Jr. assume a segunda posição com 20%. Na semana passada, o prefeito teceu duras críticas à oposição. Em um discurso acalorado, o chefe do Executivo Municipal afirmou incomodar a oposição devido ao seu favoritismo na corrida eleitoral.

“Ele está perdendo o que deve ter no poder público, o equilíbrio, mas nós não vamos permitir isso. Não adianta ficar nervoso, não adianta aumentar o tom da voz. Nós vamos continuar lutando por uma Salvador mais justa para todas as pessoas. Vamos continuar lutando pela liberdade, pela democracia e pela justiça. Então, se a nossa preocupação é apenas um 20% enquanto o prefeito tem mais do que o dobro? Ficou a experiência da eleição de 2022. Nós iniciamos com 70 pontos, era a diferença com o ex-prefeito da cidade. Jerônimo Rodrigues e Geraldo Jr., governador e vice-governador da Bahia, mas acho que eles não aprenderam a lição”, acrescentou. BNews