O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, fez uma avaliação positiva do carnaval 2023 em Salvador, o primeiro dele à frente do estado. Para o próximo ano, ele prometeu ações de valorização dos circuitos Osmar (Campo Grande) e Batatinha (Pelourinho).

“É gratificante no primeiro ano nosso de governo a gente poder ver o que nós planejamos acontecer. Na área de segurança pública, nós tivemos cerca de 80 prisões utilizando recursos tecnológicos, reconhecimento facial. Isso prova o quanto é eficiente essa política, e nós vamos investir mais, para reduzir tempo e garantir que as pessoas possam ter um carnaval seguro”.

Jerônimo destacou a redução de crimes nos dias de festa, além de outros serviços prestados para a população em meio ao carnaval. “Também houve a redução de crimes corporais e contra o patrimônio, nós chegamos à [redução de] quase 60% e 20%, respectivamente. Isso dá a gente um conforto. Primeiro às pessoas que são de Salvador e são da Bahia, mas também para o turista poder divulgar a qualidade e segurança nova”.

“Podemos elencar um conjunto de ações de saúde, dos atendimentos nos hospitais, atenção com o Corpo de Bombeiros resgatando vidas, resgatando crianças e adolescentes perdidos. Tivemos150 toneladas de resíduos sólidos, latinhas e plásticos recolhidos. Ao invés de ir para aterros, para o mar, estão gerando renda”.

As ações voltadas para o respeito aos direitos humanos também foram lembradas pelo governador. Ao menos três pessoas foram presas em flagrante por ofensas racistas, homofóbicas e transfóbicas nos circuitos da festa.

“Tivemos atenção com os direitos da mulher. Nós estamos criando uma cultura de paz no carnaval, mas não só de paz, de respeito às mulheres, aos negros e negras, às pessoas com deficiência. Com essa missão de 2023, nós vamos poder melhorar ainda mais aquilo que a gente tem que fazer para o carnaval de 2024”.

Valorização de circuitos antes esvaziados

Há anos é discutida a valorização dos circuitos tradicionais: Osmar (Campo Grande) e Batatinha (Pelourinho). Em 2023, os dois voltaram a receber centenas de milhares de foliões, depois que governo do estado e prefeitura apostaram em mais atrações de peso, como Daniela Mercury e Claudia Leitte.

“A presença de trios e camarotes, de muita gente, tem uma eficiência muito grande. Não há preconceito algum. Nós só não podemos esvaziar os circuitos como os do Campo Grande e Castro Alves, que são históricos e têm uma importância muito grande para a gente. Vamos garantir para o ano que vem uma programação que atraia mais pessoas”, prometeu o governador.

“Fizemos um carnaval de paz com crianças, com idosos, durante todos os dias do circuito vendo isso. E também destaco que o circuito Batatinha, no Pelourinho, também teve programações em quatro espaços paralelos, com uma riqueza cultural muito grande”, complementou. “Nós vamos sim investir para que 2024 os circuitos Campo Grande e Castro Alves possam ser dinamizados”. G1