O governador de Goiás, Marconi Perillo, passou três dias de descanso com a família na última semana em um resort na Praia dos Carneiros, em Pernambuco, período após a rebelião ocorrida no Complexo Penal de Aparecida de Goiânia, que resultou em nove mortes, 14 feridos, mais de 100 foragidos e outros levantes em presídios do complexo.

 

A presença de Perillo foi notada por pessoas que estavam no balneário, que o fotografaram com a família. Ele retornou a Goiás somente no final de semana – até lá, foram registradas outras duas rebeliões, uma na quinta (6) e outra na sexta (5). Por meio de sua assessoria, o tucano afirmou que decidiu descansar por três dias “depois de um ano de intenso trabalho”.

 

“Deixei Goiânia depois de intensas reuniões com a equipe de segurança e de adotar todas as medidas necessárias para o controle da situação. Deixei o vice-governador no comando da situação em conjunto com a nossa competente equipe responsável pelo sistema de segurança”, afirmou. A praia fica a 2,2 mil km de Aparecida de Goiânia. Perillo afirmou ainda que manteve contatos pela internet, “tomando todas as decisões necessárias”.

 

“No mundo atual, a internet é utilizada em situações diversas, na liderança e na ação. Tanto é verdade que duas tentativas de rebelião foram frustradas graças à nossa rápida e eficiente ação. Em uma delas, conversei com o diretor do sistema prisional várias vezes na madrugada”. Segundo informações do jornal O Globo.