Foto: Feijão Almeida/GOVBA

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, classificou o Hospital Ortopédico do estado como uma “grande referência” para os tratamentos da especialidade na medicina. Na entrega da unidade de saúde, nesta segunda-feira (4), a chefe da pasta ressalta que a expectativa é de que o SUS traga cada vez mais inovação para o setor.

“Esse hospital passa a ser um grande referência para o tratamento cirúrgico ortopédico, na reabilitação de uma forma muito integrada. Muito da inovação no SUS vem da assistência. É um momento de esperança, de avançar ainda mais no SUS”, disse Nísia no evento de entrega do hospital localizado no bairro do Cabula, em Salvador.

Nísia destaca que a Bahia lidera entre os estados na realização de cirurgias eletivas. De acordo com a ministra, o feito é decorrente do “trabalho integrado”.

“Continuar nesse trabalho e elogiar esse grande complexo hospitalar. Eu quero elogiar a secretária Roberta, o governador Jerônimo Rodrigues por esse trabalho integrado e mostrar que esse é o caminho do SUS. Uma pesquisa publicada mostra que nós temos melhorado desde o ano passado nos indicadores de saúde e educação”, crava.

“Programa de redução de filas de cirurgia eletivas. Nosso governo federal, liderado pelo presidente Lula, que lançou essa meta, nós batemos a meta e temos menos de um ano que o programa efetivamente começou. A Bahia está em primeiro lugar na realização de cirurgias eletivas”, complementa.

Dengue

Sobre o aumento dos casos de dengue na Bahia em comparação ao ano passado, a ministra pontua que o estado “não está em uma situação de emergência”, mas que “os números gerais apontam para um quadro de preocupação em algumas regiões”.

“O Brasil teve um aumento explosivo no início deste ano em algumas regiões. A região Nordeste ainda é uma região de menor incidência e mesmo que o estado da Bahia não esteja em uma situação de epidemia, os números gerais do Brasil apontam para um quadro de preocupação em alguns estados e municípios”, finaliza. Bahia.Ba