O Ministério Público da Bahia (MP), em conjunto com a Corregedoria Geral (Coger) da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o Grupo de Atuação Especial de Combate a Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco ), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), realizaram a “Operação Sísifo”, cumprindo dezoito mandados de busca e apreensão em várias cidades da Bahia, incluindo Feira de Santana, Irecê, Muritiba, Sapeaçu, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Presidente Dutra e Santa Bárbara na última sexta-feira (28). O objetivo da operação era desarticular um grupo criminoso que estava envolvido na entrada de materiais ilícitos no Conjunto Penitenciário de Feira de Santana. Durante a ação, foram apreendidos quatro armas de fogo, vários aparelhos celulares que seriam levados para os presos, além de drogas e materiais para armazenar os ilícitos. Dois indivíduos foram presos em flagrante por tráfico e porte ilegal de arma de fogo. O MP também informou que funcionários públicos acusados ​​de prevaricação e favorecimento na entrada de ilícitos na penitenciária foram afastados e estão sendo investigados.