Um homem diagnosticado com a variante delta da Covid-19 morreu em decorrência da doença, em Salvador, segundo informações confirmadas pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), nesta sexta-feira (27). Ele é um dos quatro pacientes identificados com a variante na Bahia.

O paciente, de 41 anos, era morador de Niterói, no Rio de Janeiro, e faleceu no dia 14 de agosto. Ele estava a bordo de um navio dos Estados Unidos ancorado em Salvador e que não está mais na cidade.

O homem começou a apresentar os sintomas no dia 15 de julho e morreu quase um mês depois, em 14 de agosto. Segundo informações da Sesab, ele não foi vacinado contra a Covid-19.

Na quinta-feira (26), a Sesab havia informado que, na época do registro, a embarcação foi isolada e os tripulantes não tiveram contato com o público externo do navio. Além do paciente que morreu, outra pessoa que estava no navio também foi contaminada com uma variante, a beta.

Por causa da confirmação da variante delta no estado, foi antecipada a imunização com a dose de reforço da vacina contra a Covid-19, prevista para começar em 15 de setembro. Inicialmente, o reforço será para grupos prioritários, começando pelos idosos.

A variante delta foi identificada pela primeira vez em outubro do ano passado na Índia e passou a ser dominante no mundo, por causa da alta capacidade de transmissão. Ela tem maior gravidade nos sintomas. Na Bahia, os casos foram confirmados 53 dias após a primeira identificação da variante no Brasil. G1