Um homem suspeito de tentar matar a companheira foi preso, no último domingo (12), em Bom Despacho, na Ilha de Itaparica. Conforme a Polícia Civil, a ação ocorreu em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela 2ª Vara do Tribunal do Júri. De acordo com a polícia, o suspeito, que não teve a identidade revelada, foi encontrado por policiais da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Brotas em um conjunto habitacional. O crime ocorreu no dia 24 de junho, quando a vítima foi agredida com 14 facadas.

Ela foi levada para Hospital Geral do Estado (HGE). De acordo com as investigações da Deam, a mulher estava na casa de compadres quando foi chamada pelo suspeito, com quem havia se desentendido. Quando a vítima chegou em casa, foi agredida com socos e facadas, tendo sido atingida na cabeça, no rosto, nos ombros, no pescoço, no braço e nas costas. A polícia informou que testemunhas relataram que a vítima vinha sendo ameaçada de morte pelo então companheiro.

Na ocasião, foi requerida medida protetiva, e a Deam solicitou a prisão preventiva do homem, que veio a ser deferida. A delegada titular da Deam de Brotas, Bianca Andrade, destacou a importância de mulheres que passam por um relacionamento abusivo não esperarem mais do que os primeiros sinais para procurarem a polícia.

“Há vários canais de comunicação: o Disque Denúncia, no número 181; o Ligue 180, que é a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência; o 190, da Polícia Militar; o plantão da Deam de Brotas, que funciona 24h, todos os dias, no 31167000… Além disso, a vítima pode registrar ocorrência presencialmente, ou, se convive com o agressor e não tem condições de vir, pode registrar na Delegacia Digital, que as providências também vão ser tomadas”, disse. O preso ficará custodiado temporariamente na Deam de Brotas, à disposição da Justiça, até ser transferido para o sistema prisional. G1