Antonio Cruz/ Agência Brasil

Na quarta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro lançou um desafio aos governadores: disse que derrubaria os impostos federais sobre os combustíveis se os governos estaduais zerassem o ICMS – justamente a principal fonte de arrecadação dos estados. O governador de São Paulo, João Doria, chamou a declaração de “bravata”, enquanto Renato Casagrande, do Espírito Sаnto, classificou o desafio como “um blefe”. Já Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro e novo inimigo do presidente, cutucou Bolsonaro mais uma vez: “Esse sujeito é irresponsável!”, disse Witzel sobre Jair Bolsonaro em um grupo de WhatsApp dos governadores, segundo a coluna Painel, da Folha de São Paulo. Ao fazer seu blefe, Bolsonaro deixa claro que não entende nada de economia: o ICMS responde pela maior parte do orçamento dos estados brasileiros. Em São Paulo, por exemplo, ele equivale a 84% de tudo o que o governo recolhe