A linguagem tem seus critérios de articulação que se coadunam com a organização do pensamento humano, cuja a mente é “programada” para interagir com o mundo; assim, as regras gramaticais tentam viabilizar as formas padrões no exercício da língua. Observa-se, no entanto, uma exaustão de informações que muito pouco auxiliam numa assimilação consciente e segura. É bem assim no que tange ao domínio da acentuação gráfica, entre outros.

A língua latina considerava o ponto forte de uma palavra a partir da quantidade de tempo que se demorava na pronúncia de cada sílaba, quer breve, quer longa, estabelecendo daí, normas que definem a posição tônica. Não existiam acentos gráficos como no português, em cuja gramática a colocação dos acentos se constitui um elemento complicado e nunca definitivamente assimilado pelo usuário da língua.

A proposta deste curso é o exercício de uma metodologia sem regras, para o emprego dos assentos (locais de parada – assento) tendo em vista os acentos (marcas do melodioso – acento), o que imprime ao texto características ortoépicas e prosódicas como se tratasse da composição de algo agradável aos ouvidos. À medida em que se desenvolve o hábito da leitura e a prática de redigir, automaticamente se aprimoram essas competências, e tão logo se assimilam as normas que as regem.

Carga-Horária: 15h
Local: Auditório do IFBA Campus SAJ
Horário: 08:00 às 12:00
Facilitador: Prof. Dr. José Raimundo Galvão ( Universidade Federal de Sergipe)
Site das inscrições: https://forms.gle/itagMVzgQyQS4FTH6