Reprodução

A deputada federal Carla Zambelli (PSL) voltou a detonar o pagodeiro Igor Kannário (DEM), que também é deputado federal. A parlamentar já pediu a cassação do cantor e agora protocolou uma outra petição apontando novas irregularidades que teriam sido cometidas pelo baiano.

“Os parlamentares devem respeitar a instituição que representam e, acima de tudo, o povo brasileiro. A atitude de Kannario não só infringe o Regimento e as Leis, como também mancha a imagem da Câmara. Estamos aqui para legislar e combater ações prejudiciais à Nação, e é inadmissível que um deputado queira dar carteirada!”, escreveu a bolsonarista, no Instagram.

No último dia 3 de dezembro, o pagodeiro foi flagrado em uma blitz dirigindo sem habilitação na BA-526. Antes, ele também se envolveu em um acidente no dia 13 de novembro na Estrada do Coco. Na ocasião, o carro importado do parlamentar atingiu duas lojas. O veículo ficou com a frente e a lateral amassadas. Após a colisão, o cantor teria fugido do local.

“O próprio deputado divulgou vídeo em suas redes sociais, no qual, em notória conduta abusiva e ilegal, afirmou: ‘Tô parado numa blitz… mas dizem que na hierarquia no negócio do tal do poder aí… um policial normal não pode revistar um deputado federal… Não que eu esteja me glorificando com isso, mas dizer que é ruim, eu não vou dizer, né?! Então não podem me tirar do carro, mandar eu descer, me revistar…'”, continuou Zambelli.

“No dia 29 de novembro, protocolamos pedido para que o Conselho de Ética da Câmara investigue o deputado por acidente de carro que causou no fim de semana anterior. Kannário tem um histórico com drogas e fugiu do local. Pedimos para que se apurasse se ele estava sob efeito delas no dia, o que é crime de trânsito”, finalizou. Bocão News