O governador Jerônimo Rodrigues (PT) convidou os deputados estaduais da base aliada para um café da manhã de trabalho nesta quarta-feira (3). O encontro, que estava previsto para ocorrer desde o retorno do petista da China, no último dia 11, acontece na Governadoria, a partir das 7h, e tem como objetivo alinhar os ponteiros sobre as ações do Executivo estadual, informar a respeito dos critérios de distribuição de cargos no interior e conter eventuais insatisfações.

Na semana passada, Jerônimo se encontrou com os líderes dos blocos partidários que dão sustentação ao governo na Assembleia Legislativa. Como revelou o Política Livre, na ocasião o petista abordou como se dará a distribuição de espaços regionais e municipais entre os aliados, além de pontuar projetos que serão enviados pelo Executivo à Casa, a exemplo do reajuste dos servidores públicos.

Os cargos no interior são preenchidos por indicação de prefeitos aliados e, principalmente, dos deputados estaduais eleitos com base no desempenho obtido nas urnas. Como o critério, o mesmo adotado pelo ex-governador Rui Costa (PT), prioriza os parlamentares que apoiaram Jerônimo desde o primeiro turno das eleições, aqueles que aderiram este ano são os mais interessados em ajustar os ponteiros com o governador e a Secretaria de Relações Institucionais sobre esse tema.

O café com os deputados acontece um dia antes da reunião do conselho político de Jerônimo, marcada para esta quinta-feira (04). Os parlamentares não fazem parte do conselho, apenas os presidentes dos partidos políticos que estão com o governador desde o primeiro turno das eleições. O chefe do Executivo estadual também tem mantido conversas com as siglas aliadas nos últimos dias como uma prévia da reunião de depois de amanhã, que abordará também as eleições municipais de 2024.

“O encontro de amanhã com os deputados faz parte de um rito inaugurado no governo Jaques Wagner (PT). Só que Jerônimo inaugura uma nova forma, que é fazer um café de trabalho com todos. O objetivo é estreitar a relação com a base, para que o governador possa dialogar abertamente com seus aliados no Legislativo. Ele vai ouvir e também deve apresentar as projeções dos projetos que pretende apresentar ao Parlamento”, disse ao Política Livre o líder do governo na Assembleia, Rosemberg Pinto (PT).

“Com isso, ele (Jerônimo) faz essa apresentação direta aos deputados. Queremos construir uma certa rotina disso, fazendo a cada seis meses, nesse modo de reunião de trabalho, e não de confraternização”, emendou o petista, lembrando que o governador também já esteve com o líder da oposição, Alan Sanches (União), na semana passada, ao lado de outros parlamentares da minoria – um dos assuntos da pauta foi o pagamento das emendas impositivas de maneira igualitária entre as bancadas, coisa que não acontecia na gestão Rui Costa.

Como revelou o Política Livre, enquanto Jerônimo estava na China e mesmo logo após o retorno dele houve sinais pontuais de insatisfação na bancada do governo na Assembleia com a demora no atendimento das demandas dos parlamentares houve sinais pontuais de insatisfação na bancada do governo na Assembleia com a demora no atendimento das demandas dos parlamentares. Nos últimos dias, no entanto, o governador tem dedicado boa parte da agenda às conversas políticas buscando mudar esse cenário, acelerar a montagem do governo e iniciar o processo de discussão sobre as eleições municipais. Política Livre