Joilson César/BNews

O pré-candidato a governador do Estado pelo PT, Jerônimo Rodrigues, repudiou a decisão do presidente Jair Bolsonaro de conceder o benefício da graça ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), perdoando o parlamentar após condenção do Supremo Tribunal Federal (STF). “A decisão de Bolsonaro é inconstitucional, incentiva a violência e estimula novos ataques contra a democracia”, escreveu o pré-candidato, que tem o apoio do ex-presidente Lula. Daniel Silveira foi condenado à prisão por ameaçar ministros do STF e incentivar ataques à democracia. Para Jerônimo, o decreto de Bolsonaro é “mais um escândalo” presidencial. Em seu perfil oficial no Twitter, Jerônimo Rodrigues lembrou que “as eleições presidenciais têm dois lados bem definidos” este ano com a polarização entre Lula e Jair Bolsonaro. “Como pré-candidato a governador, estou do lado da melhor opção para a Bahia: Lula. Do outro lado, nem todo mundo tem coragem de assumir que está com Bolsonaro”, afirmou o ex-secretário de Rui Costa, que vai às cidades de Valença e Serrinha, neste sábado (23) e domingo (24), respectivamente, para discussão do Programa de Governo Participativo (PGP).