Uma jovem de 23 anos morreu após ser atropelada em Miguel Calmon, no norte da Bahia. Segundo a família da vítima, o acidente aconteceu na noite de terça-feira (12), quando o carro em que ela e três amigas estavam quebrou em uma estrada vicinal. Paloma Barbosa Lima e duas amigas desceram do veículo para empurrar o carro. O objetivo era “dar um tranco”, ou seja, fazer o carro voltar a funcionar. Para isso, uma pessoa costuma ficar ao volante, enquanto as outras empurram o veículo. A vítima teria se abaixado para amarrar o sapato, quando o carro voltou a funcionar e ela foi atropelada. Paloma foi levada para o hospital público da cidade, mas não resistiu e morreu na quarta-feira (14). Ela deixou um filho de cinco anos. G1